Organizadora: Dáurea Gramático

 

Prezados Leitores,


Profissionais atuantes reportam, neste livro, como um projeto inédito criou e desenvolveu um novo veículo de comunicação vibrante e importante em
nosso país.
A CBN surgiu de duas emissoras e, em pouco tempo, liderava uma rede de notícias, respeitada e imprescindível a quem desejava saber o que acontecia
no Brasil e no mundo, nas 24 horas do dia.
Vamos ler o que eles têm a nos contar sobre a montagem, o crescimento e o prestígio da “rádio que toca notícia”.
Imperioso destacar o trabalho das equipes nos primeiros dias, meses e anos da CBN –jornalistas, radialistas, técnicos, administradores, humildes auxilia-
res e terceirizados foram brilhantes, com seus conhecimentos, interesse, motivação, eficiência e dedicação ao trabalho que realizaram, resultante do
sucesso do empreendimento. Tenham ótima leitura. Abraços.

Jorge Guilherme Pontes | Diretor-Fundador da CBN

 

Jornalistas sempre fazem história

Jornalistas pensam, respiram, pautam, apuram, redigem, editam notícias o tempo todo. Trabalham com textos, sons e imagens diariamente. A rotina
profissional é intensa e raramente os jornalistas param para contar suas vivências nas redações, os desafios de uma profissão que exige muito de
cada um, que consome os dias que passam rápidos.
Este livro é muito especial exatamente por isso: reúne relatos inéditos de jornalistas que participaram do início de uma experiência que marcou o
jornalismo de rádio no Brasil, a Rádio CBN, aquela que “toca notícias”. Todos aqui contribuíram, cada um com o seu trabalho, para os primeiros momentos
da emissora e para o seu sucesso como empreendimento jornalístico em rádio. Sem a dedicação desses profissionais talvez a trajetória da CBN fosse
outra – afinal aqui há pessoas que têm o radiojornalismo no sangue. É uma história bonita no conjunto. Além de ser contada, precisava ser compartilha-
da, registrada: é memória, é afeto. Aplausos!

Sonia Virgínia Moreira
Jornalista, Professora do programa
de Pós-Graduação em Comunicação da Uerj

CBN As histórias que ninguém ouviu

R$59,90
CBN As histórias que ninguém ouviu R$59,90

Organizadora: Dáurea Gramático

 

Prezados Leitores,


Profissionais atuantes reportam, neste livro, como um projeto inédito criou e desenvolveu um novo veículo de comunicação vibrante e importante em
nosso país.
A CBN surgiu de duas emissoras e, em pouco tempo, liderava uma rede de notícias, respeitada e imprescindível a quem desejava saber o que acontecia
no Brasil e no mundo, nas 24 horas do dia.
Vamos ler o que eles têm a nos contar sobre a montagem, o crescimento e o prestígio da “rádio que toca notícia”.
Imperioso destacar o trabalho das equipes nos primeiros dias, meses e anos da CBN –jornalistas, radialistas, técnicos, administradores, humildes auxilia-
res e terceirizados foram brilhantes, com seus conhecimentos, interesse, motivação, eficiência e dedicação ao trabalho que realizaram, resultante do
sucesso do empreendimento. Tenham ótima leitura. Abraços.

Jorge Guilherme Pontes | Diretor-Fundador da CBN

 

Jornalistas sempre fazem história

Jornalistas pensam, respiram, pautam, apuram, redigem, editam notícias o tempo todo. Trabalham com textos, sons e imagens diariamente. A rotina
profissional é intensa e raramente os jornalistas param para contar suas vivências nas redações, os desafios de uma profissão que exige muito de
cada um, que consome os dias que passam rápidos.
Este livro é muito especial exatamente por isso: reúne relatos inéditos de jornalistas que participaram do início de uma experiência que marcou o
jornalismo de rádio no Brasil, a Rádio CBN, aquela que “toca notícias”. Todos aqui contribuíram, cada um com o seu trabalho, para os primeiros momentos
da emissora e para o seu sucesso como empreendimento jornalístico em rádio. Sem a dedicação desses profissionais talvez a trajetória da CBN fosse
outra – afinal aqui há pessoas que têm o radiojornalismo no sangue. É uma história bonita no conjunto. Além de ser contada, precisava ser compartilha-
da, registrada: é memória, é afeto. Aplausos!

Sonia Virgínia Moreira
Jornalista, Professora do programa
de Pós-Graduação em Comunicação da Uerj